Medicina do Amor #MaisMedicos


Band, ontem no Canal Livre conseguiu levar UM SER HUMANO, para ser entrevistado. Muito do que Henrique Prata, diretor do Hospital de Oncologia de Barretos , disse os deixou com cara de paisagem e em silêncio.

A coragem de Henrique Prata em denunciar os “poderosos” e mostrar claramente quem sabota a Saúde no Brasil (e no mundo) e porque o SUS ainda não é um sucesso absoluto!

É de se curvar em agradecimento.

Pasma, ainda fico, em ver o despreparo ou a “ingenuidade” dos entrevistadores quando demonstram desconhecimento do que ocorre nos bastidores da “indústria da saúde”, atuante em todos os continentes.

Ainda assim, durante a entrevista, eles tentaram colar no governo federal com perguntinhas maldosas o insucesso do SUS, Programa Mais Médicos e claro, médicos cubanos mas o diretor deu olés em série, em resposta.

——–

Bóris: Faltam médicos… o sr. acha necessário importar médicos e criar esse sistema que o governo quer implementar?

HP – Sim, faltam médicos…Conhecemos vem essa área.. Estou feliz que este tema tenha se tornado relevante…porque eu sofro a consequência disso há mais de três anos. Me antecipei e criei uma faculdade de medicina. …e ainda assim (fechada) tinha média 5.

Ele continua: Conselho de Medicina fechou metade das faculdades de Medicina por má qualidade mas não tomou providências para repor essas vagas. O setor já apontava essa deficiência há 3/4 anos atrás. (estranho, não?)

Ele financiou a faculdade pelo BNDES e depois de pronta ficou 2 anos e meio fechada porque o CFM alegava que não havia necessidade.

(mais adiante ele diz: CFM tem que assumir a responsabilidade pela falta de médicos)

Gabeira: Faltam médicos?  Bóris:  questão salarial?

HP – Não é questão salarial. Um amigo que montou uma medicina privada no norte de MT e paga R$35 mil para clínico geral e não consegue.

São 12 carretas fazendo prevenção de câncer pelo Brasil inteiro. 260 municípios somente em SP e ao todo 460 municípios.

Os médicos são dependentes de Raio X, tomografia, da ressonância dos grandes centros..

Mitre: por isso que os médicos não querem ir…

HP: ms a medicina básica, a medicina primária, de atendimento clínico que é para fazer a triagem…a culpa maior do problema é das prefeituras…os prefeitos pegam o dinheiro da saúde e fazem asfalto falando que é saúde. A demora na regulamentação da portaria 29 é que levou o país ao caos.

Gabeira continua…:  o que pode resolver momentaneamente: importar ou distribuir melhor os médicos?

HP: a medicina estética, a que dá dinheiro fácil está tem no interior, o que não tem é a medicina para atenção básica. A medicina está voltada para o que paga mais, o que ganha dinheiro fácil. A medicina que é a medicina de responsabilidade  com uma sociedade, essa não existe médico nem formado aqui.

Temos 380 médicos e faltam 60/70 médicos em medicina especializada e 25/30 em cirurgia e ambulatório para fecharmos a equipe.

Medicina Preventiva: Na Holanda, país com maior incidência de câncer de mama da Europa. Antes 70% das mulheres tratavam com radio e quimio, hoje apenas 1.5% (embora continue sendo o maior da Europa). Na Holanda há 96 carretas espalhadas pelo país que tem o tamanho de São Paulo.

No início deste projeto 75/78% de casos de câncer avançado, após 3 anos com a primeira carreta viajando por 22 municípios, baixou para 3% <<<<

 

>>>>Se o mesmo for feito nos EUA, a indústria farmacêutica quebra!!!! <<<<

Perguntado se no Brasil isso é forte, Henrique Prata diz que é mais forte aqui.

Henrique Prata termina falando sobre a Medicina do Amor

“A medicina que deu resultado para nós é a Medicina do Amor. Meu pai implantou isso, meu pai provou isso. Que tratar em primeiro lugar é restabelecer a dignidade daquela pessoa que chega, independente de se ela tem ou não dinheiro para que o remédio possa fazer efeito. 

O que nós sabemos fazer é isso e nós estamos dispostos a ajudar o país inteiro. Tenho muito orgulho de ter o apoio do governo estadual e federal, de ter uma equipe que tem a mesma filosofia que meu pai criou de tratar pessoas por Amor. Agradeço a minha equipe toda, tenho 3100 colaboradores, 500 médicos que são homens idealistas que tem no coração  a obrigação de tratar pela filosofia de Amor e não pela filosofia da tecnologia, dos equipamentos que nós temos”

Assistam na íntegra. Henrique Prata e a Medicina do Amor

Leitura relacionada: 

Indústria do Câncer não encontrei na íntegra, o que não é de estranhar mas para os que tiverem interesse >> AQUI para download

Dr. Burzynski tem a cura do câncer, porque o impedem e tentam roubar seu trabalho?

Codex Alimentarius sabotando a Saúde em todo o planeta, vejam o que ela diz sobre a BigPharma, a tal que é a maior financiadora de campanha nos EUA.

 

 

Sobre midiacrucis

Rompendo o apartheid-midiático. Buscando informações que o PIG omite, distorce, oculta...desinforma.
Esse post foi publicado em Agronegócio, Brasil, Capitalismo, Comunicação, Dilma, Direitos Humanos, Economia, Educação, Mais Médicos, Política, PT, Revolução, Saúde e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Medicina do Amor #MaisMedicos

  1. Pingback: Medicina do Amor #MaisMedicos | C O O LTURA

  2. Pingback: Medicina do Amor #MaisMedicos | EVS NOTÍ...

  3. Henrique Prata é um cidadão brasileiro que deve ser venerado. É um indivíduo muito humano, dono duma obra que vai muito além de filantrópica, é uma escola de comportamento humano. O hospital filantrópico que dirige em Barretos/SP é referência mundial no tratamento do câncer, talvez seja mais conhecida lá fora que aqui dentro, no Brasil. D.Dilma deveria convidá-lo para dirigir o ministério da saúde! Não existem palavras para elogiar tão nobre senhor cuja preocupação maior é atender os mais pobres com a mesma sofisticação que os maiores centros médicos privados.

    • midiacrucis disse:

      Se tivéssemos 30 homens pensando e agindo como ele em áreas estratégicas, muito das dificuldades já teriam sido sanadas. El prova que é possível fazer um trabalho de excelência, em conjunto com o governo e obter lucros com respeito ao ser humano e acima de tudo à população carente. Ele pensa um Brasil grande!

      Quem sabe a parte da classe médica contrária ao povo, se envergonhe e mude a atitude mesquinha que vê a medicina como mercado. Obrigada pelo seu comentário e por acompanhar o blog. abs

  4. alinabr disse:

    Republicou isso em OlheCuba .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s