Centrais serão recebidas, diz Dilma em encontro com a CUT


Presidente receberá centrais no dia da Marcha, que ocorre no dia 6 de março

Durante reunião com os dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), nesta terça-feira, a presidente Dilma Rousseff se comprometeu a receber os representantes das Centrais Sindicais e debater as reivindicações apresentadas, no próximo dia no dia 6 de março, quando as entidades realizarão uma Marcha a Brasília.

Dilma_CUT_Encontro

No encontro, Dilma recebeu uma comitiva da Central, dirigida pelo presidente da entidade, Vagner Freitas. “A presidenta se comprometeu, por uma solicitação que nós fizemos, a receber uma comissão das centrais sindicais no dia 6 de março. Ela mesma vai receber a pauta de reivindicação”, afirmou Freitas após deixar a reunião com a presidente.

A presidente também concordou com a proposta específica da Contraf (Confederação dos Trabalhadores no Ramo Financeiro), também presente na audiência, de realizar uma conferência nacional para debater o sistema financeiro. Conforme a CUT, a presidente ordenou ao ministro da Fazenda Guido Mantega que receba o presidente da Confederação, Carlos Cordeiro, para discutir as demissões nos bancos. “A presidenta mandou o ministro Mantega receber a Contraf-CUT para discutir as demandas dos bancários”, informou Freitas. No final do ano passado 1280 trabalhadores do Santander foram demitidos.

“A presidenta da República não só concordou com a proposta, como disse que vai trabalhar por ela e propôs ampliar a abrangência da conferência nacional. Além da discussão do papel dos bancos, da ampliação e do barateamento do crédito, a presidenta quer debater os direitos dos consumidores, tanto no que diz respeito aos juros do cartão de crédito, do cheque especial e das tarifas, quanto em relação ao consumo das novas classes emergentes de todos os tipos de serviços, incluídos os dos celulares e telecomunicações em geral”, detalhou Freitas.

Carlos Cordeiro ressaltou que a conferência busca defender o emprego dos trabalhadores bancários e o acesso da população aos serviços oferecidos pelos bancos. “Não aceitamos pagar a conta da pequena redução de juros. Os bancos podem aumentar os lucros emprestando mais com juros e spread ainda menores. Queremos um sistema financeiro sólido e forte, que amplie o crédito e que trate o emprego como fator de desenvolvimento”.

Na avaliação dos dirigentes da CUT, a reunião foi bastante proveitosa e pode ser considerada um sinal verde para que seja iniciada uma discussão da pauta trabalhista. Com o tema “Cidadania, Desenvolvimento e Valorização do Trabalho”, a marcha das centrais reivindica redução da jornada para 40 horas semanais, o fim do fator previdenciário, negociação salarial no setor público, a ratificação da Convenção 158 da OIT (fim à demissão imotivada), retomada do investimento público e reforma agrária.

Fonte: Hora do Povo

Anúncios

Sobre midiacrucis

Rompendo o apartheid-midiático. Buscando informações que o PIG omite, distorce, oculta...desinforma.
Esse post foi publicado em Brasil, Cidadania, Comunicação, CUT, Dilma, Nossa Gente, Política, PT e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Centrais serão recebidas, diz Dilma em encontro com a CUT

  1. As centrais sindicais não podem deixar de pressionar a presidente para acabar com o roubo que os aposentados ganhando acima do salário mínimo, sofrem! Amanhã serão seus associados que sofrerão este roubo tão descarado, anti-constitucional, uma grande pilantragem mantida por este governo que nós não queremos igual aos anteriores!

  2. acoplador disse:

    Reblogged this on " F I N I T U D E ".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s