Como podemos parar a guerra?


Cartoon de Nat Forcat

Como podemos parar a guerra?

Simplesmente parando de acreditar na mídia! A mídia corporativa se tornou o braço ideológico dos senhores da guerra.

A maioria dos medios de comunicação estão empenhados em fazer que acreditemos que uma guerra preventiva contra o Irã é necessária. Para que esta guerra seja possível eles precisam primeiro destruir a Síria. Esse é o primeiro passo. Por isso é tão importante dizermos NÃO à interferência estrangeira em Síria.

Mudanças democráticas são necessárias no país e o governo entendeu isso e está dando passos importantes para que essas mudanças aconteçam. Porém EUA, seus aliados e os medios de comunicação corporativos estão tentando de todas as formas possíveis que estas mudanças não se concretizem para ter justificativas para invadir e destruir o país, da mesma forma que fizeram no Iraque e na Líbia. A ONU, que foi criada com o intuito de evitar que conflitos armados tomem maiores dimensões é ora conivente ora ineficiente. Não temos organismos internacionais com força política suficiente para forçar os países a optar por soluções racionais e diplomáticas nos conflitos. Talvez nossa única esperança seja simplesmente enxergar a realidade e gritar:

Chega de mentiras! O mundo não quer mais guerras!

NaT

Anúncios

Sobre midiacrucis

Rompendo o apartheid-midiático. Buscando informações que o PIG omite, distorce, oculta...desinforma.
Esse post foi publicado em EUA, Guerra, Irã, Israel, Midiacracia, Política, Síria, Soberania e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s