Desabafo: Contra o Movimento Gota D’Água


Dica do @cidoli via email

Anúncios

Sobre midiacrucis

Rompendo o apartheid-midiático. Buscando informações que o PIG omite, distorce, oculta...desinforma.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

17 respostas para Desabafo: Contra o Movimento Gota D’Água

  1. Vc pode se mudar de casa eu também, com os índios não é assim como, a cultura é outra, se eles não são nômades e não são eles que estão escolhendo o novo endereço isso é uma violência sim, o resto estamos abertos ao diálogo.
    Ateciosamente,
    Marcelo Dierchxs

  2. Carlos disse:

    Notável como uma observação como esta pode ter morrido. Ninguém tá afim de discutir o assunto… Ou seja… ninguém se importa mesmo. Tudo é como uma camisa que se joga fora quando está suja. E ainda dizem que tem alguma opinião.

  3. Mario disse:

    Resumindo, o que vale é desenvolvimento? Não importa a preço a pagar? Se a China faz uma cagada podemos fazer tambem? Voce mudar de casa é mole, voce tem estudos.
    Não sou contra a hidrelétrica, mas a favor de um debate aberto sobre o assunto, e me parece é isso que o movimento Gota D’agua promove.

    • midiacrucis disse:

      o Movimento Gota D’água não promove o diálogo, é o movimento DE-BATER.Já os viu se reunindo pelo vazamento da Chevron, defendendo a Petrobras,
      mídia para todos, respeito a Constituição Federal, defendendo os ganhos que este governo e de Lula promoveram no Brasil?
      a despoluição do Tietê, os incêndios duvidosos de São Paulo, contra os transgênicos e a presença das transnacionais em nosso país,
      da ingerência das Fundações e das 340 mil ONGs aqui instaladas? os viu fazendo videos em defesa e apoio ao povo líbio, aos genocídio praticado contra os negros de Tawargha? os viu lutando em favor do Brasil laico conforme rege a CF, contra as emissoras vendendo ilegalmente espaços para os mercadores da Fé, lutando para que paguem impostos como qualquer empresa e abrindo seus livros contáveis? Apenas críticas e pergunto pagos por quem?

      Sou a favor do diálogo, que se possa apontar o que está errado, buscar soluções, minimizar ao máximo
      os impactos ambientais e sociais. Respeito aos índios e população ribeirinha. DE-bater não! Crescer sempre causa algum tipo de dor, desenvolver o Brasil, que não é do interesse dos EUA e sua cambada de aliados assassinos, requer sim que tenhamos energia. Vamos lutar todos juntos para que projetos sejam desenvolvidos, outros desengavetados qto a energia alternativa, vamos lutar para que tenhamos nossa própria indústria automotiva, para que o combustível tenha preço compatível com nossa produção, por escolas públicas de qualidade e sair do jugo das “empresas da educação”, vamos lutar pelo SUS com qualidade e para todos, e sair do jugo dos planos de saúde privados, vamos lutar por TRANSPORTE PÚBLICO e sair do jugo das empresas de transportes privadas, vamos lutar pela banda larga com alta velocidade para todos e produto nacional, vamos lutar por um Jornal Público gratuito para informar o nosso povo, lá da beira do rio, para que ele tenha as informações corretas sobre tudo e possa com isso entender, refletir, discutir e concluir sem “ajuda da globo e cia”…mas para tudo isso precisamos estar “conectados” em todos os sentidos, para isso precisamos de ‘energia” em todos os sentidos mas acima de tudo precisamos ter uma Agenda de Consenso, soberana, com brasilidade –> portanto para brasileiros!

      Estes assuntos que levantei, são assuntos supra-partidários, ou seja, que não são de interesses de A ou B mas A à Z.

  4. Bianca disse:

    Inocentes aqueles que acham que essa energia produzida será pro Brasil, o interesse do governo vai muito além. E o povo que não são muitos, preferem viver sim em lugar bonito, com a natureza equilibrada, e sem energia.
    Tenho certeza que a maioria das pessoas são contra essa hidrelétrica, temos que lutar sim para não construir, pois essa natureza é do brasil, de todo o povo, e não de meia duzia que decidem o que vai gerar mais dinheiro. E o mais difícil de aceitar é que votamos pra colocar eles no palanque e na hora de construções importantes daí não precisa de votação.
    Isso é revoltante….

  5. Carlos disse:

    Faz alguns anos que outros paises, querem que a nação indigena se desligue do Brasil, pq eles tem as reservas naturais ainda. Esse movimento é forte lá fora.
    Até a ONU diz que os indios tem que ser soberanos.
    Uma vez que sejam desligados, os estrangeiros entram.
    Agora o governo quer construir hidroelétricas lá, se construir, o brasil toma conta do territorio definitivamente pq tem investimentos ali, daí a nação indigena nao pode mais se separar do Brasil.
    Outra coisa, uma hidroelétrica ali vai trazer empregos e desenvolvimento para a região, pq tem lugares que apenas o exército consegue chegar.

    Sobre os alagamentos… bem… ninguém… absolutamente niguem se importa com isso pq quando os estrangeiros entrarem ali definitivamente não vai sobrar nem a terra.
    Ali, é território ocupado por milhares de ongs, todas se empenhando em salvar os indios.
    Se elas estivessem fazendo isso… os indios já estariam bem.
    O problema é que muitos estrangeiros dessas ongs, não são padres e freiras, mas, na maioria são geologos e cientistas…. tá bem complicada a questão.

    O próprio texto do video é truncado.
    Primeiro eles dizem que estar conectado nao é importante depois, dizem que é essencial por causa dos votos.
    O próprio desdém deles quando falam: “Para quê vc quer mais energia?”
    Ué? Como assim? Seria para desenvolver e defender um território que é cobiçado por outros países?
    Mas daí entra a velha questão, para salvar os indios da soberania do Brasil, é feito um bruta movimento desse.
    Para baixar salário de politico, extinguir os privilégios de politicos… nada.

    Sei lá, pelo tanto que ouço falar desse negócio de “nação indigena” fica complicado ver esse movimento e pensar que é serio pq eles estão um passo a frente de todo mundo, seja lá quem for que esta tramando isso. É dificil entender direito o que eles querem, mas uma coisa é certa:
    não querem salvar os indios, e nem os ribeirinhos.

  6. jofelanca disse:

    Nada contra ou a favor sobre a Belo Monte, mas esta menina também é bastante artista também!

  7. Rubens disse:

    Gostei do vídeo! Os “atores e atrizes” que se manifestaram contra Belo Monte não pensam por si próprios. E estão apenas trabalhando como sempre: representando quem não são e o que não pensam e acreditam. A usina será feita queiram ou não os mauricinhos e patricinhas que só se manifestam quando querem aparecer. A iniciativa da Bárbara foi muito legal, e espero que ela ignore os comentários desfavoráveis ao vídeo postados pelos alienados de plantão acima. Os P$DBestas não tem outra coisa a fazer a não ser quererem vincular um suposto interesse em proteger a natureza com suas pretensões políticas. Da última vez não funcionou e não funcionará, pois os eleitores não são todos “telespectadores de novelas e do JN”. Dá-lhe, Bárbara! E p.. no c. de quem não te aprova!

  8. lucas disse:

    kra… essa mulher precisa de tratamento… serio? Ela ta fazendo isso só para aparecer e ser mais uma a posta video na net?… ou ela realmente sonha com isso tudo??

  9. Marcelo disse:

    Ana

    Suponhamos que o governo brasileiro resolvesse substituir a hidrelétrica pela utópica energia “limpa” que você questiona. Quantos geradores eólicos você acha que seriam necessários pra fornercer o mesmo de energia? Milhares! E para cada um seria necessário desmatar, além da área onde ele ficaria, uma área de acesso para transporte e manutenção das pesadas torres e pás. E os cabos de transporte dessa energia para os acumuladores? Se isso fosse possível (o que não é) seria acabar de vez com a floresta amazônica. E a energia solar? Seriam milhões de placas, cobrindo praticamente a Amazônia. Então, a mata desapareceria embaixo de placas? O custo dessa energia “limpa” que na verdade destruiria a Amazônia seria bem maior que a de pelo menos umas 30 Belo Monte. A questão resume-se em ter ou não ter a energia.
    O povo de lá precisa disso.

  10. Natalie disse:

    Tantas inconsistências nesse video que nem sei por onde começar, mas o pior, a autora do vídeo desabilitou comentários e ratings no vídeo. Será que ela ficou com medo de ouvir o que outras pessoas tem a dizer???

  11. Ana disse:

    dois tipo de energia: petroleo e hidrelétrica. e energia eolica? e a solar? nao conta não?

    concordo que esses atores globais nao estão divulgando isso pq sao ‘bonzinhos’; eles sao apenas fantoches.
    o brasil pode se desenvolver sim, sem a construçao dessa hidrelétrica.
    por que nao invertem todo esse montante em desenvolvimento e implantaçao de energias ‘limpas’ provenientes do sol e do vento??

    • Marcelo disse:

      Ana

      Suponhamos que o governo brasileiro resolvesse substituir a hidrelétrica pela utópica energia “limpa” que você questiona. Quantos geradores eólicos você acha que seriam necessários pra fornercer o mesmo de energia? Milhares! E para cada um seria necessário desmatar, além da área onde ele ficaria, uma área de acesso para transporte e manutenção das pesadas torres e pás. E os cabos de transporte dessa energia para os acumuladores? Se isso fosse possível (o que não é) seria acabar de vez com a floresta amazônica. E a energia solar? Seriam milhões de placas, cobrindo praticamente a Amazônia. Então, a mata desapareceria embaixo de placas? O custo dessa energia “limpa” que na verdade destruiria a Amazônia seria bem maior que a de pelo menos umas 30 Belo Monte. A questão resume-se em ter ou não ter a energia.
      O povo de lá precisa disso.

  12. @FlavioRFF disse:

    Com artistas ou sem eles…
    PARE BELO MONTE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s