Liberdade de expressão nos EUA é uma falácia!


29/09/11.- A Primeira Emenda da Constituição dos EUA estipula que o Congresso não pode proibir a liberdade de expressão ou de imprensa, entre outras tantas. Ultimamente,  uma lei não escrita do sistema, impõe reservas.

Danny Schechter, cineasta independente e um crítico blogueiro, afirma: “Não há tolerância a qualquer desvio de linha oficial, por mais orgulhosos que sejamos da liberdade de expressão, nos EUA. Ao dizer algo incorreto, uma pessoa pode ter problemas como já aconteceu com muitos artistas, músicos e agora com Tony.

O famoso cantor, pacifista e veterano da Segunda Guerra Mundial Tony Bennett recebeu severas críticas por ter sugerido num programa de radio que Washington provocou o ataque terrorista de 11s. E em seguida ofereceu explicações extensas num show televisivo.

“Peço desculpas se minhas declarações deram a entender outra coisa fora da expressão de meu amor por meu país” disse Bennett.

A destacada repórter Helen Thomas que passou mais de meio século trabalhando na Casa Branca, se viu obrigada a pedir desculpas depois de dizer que os israelenses deveriam desocupar a terra dos palestinos. Mas a diferença da estrela da música, ela foi despedida.

 “Hoje em dia todos perdem seu trabalho por dizer o que pensam. Podemos falar livremente sobre o presidente americano, mas uma palavra acerca de Israel, te torna imediatamente anti-semita”, disse Thomas.

E não somente o que é dito em publico até o que é escrito nos blogs e nas diferentes redes sociais podem fazer com que os jornalistas percam seu cargo,

Depois de 20 anos na CNN, a editora de Assuntos do Oriente Médio, Octavia Nasr, teve que abandonar a rede por comentar no Twitter que respeitava o clérigo do Hezbola por ocasião de sua morte.

Para o Chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, o impacto desta ferramenta habitualmente utilizada dentro das corporações mediáticas, transpassa suas fronteiras.

“Enfrentamos uma ditadura mediática internacional, se no mundo existe algo que se possa denominar ditadura, é impõem o que as grandes cadeias de televisão e imprensa européia e americana”, assinala Maduro.

 Os grandes meios de comunicação não perdoam meio-termo. E ainda que dêem adeus com tanta facilidade aos seus redatores e jornalistas por exercer direitos pessoais e profissionais, o mais importante é que com eles, não se despeçam também dos principais valores democráticos.

Sobre midiacrucis

Rompendo o apartheid-midiático. Buscando informações que o PIG omite, distorce, oculta...desinforma.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Liberdade de expressão nos EUA é uma falácia!

  1. Recondito disse:

    Nos EUA a “liberdade de expressão e manifestação” e o exercício dos direitos de associação e reunião, incluindo a participação em organizações não-governamentais e sindicatos, permanecem até o momento – desde que – não fiquem afetando os reais interesses do capital; mas, em qualquer momento, quando as autoridades ou os órgãos que constituem a organização política imperialista, entenderem que os interesses e o poder do capital monopolista estejam sendo prejudicados pelos atos públicos e coletivos de sentimentos e opiniões levadas a efeito pelos explorados, oprimidos, indigentes, destituídos e excluídos – então, de imediato vem por parte da organização politica imperialista a repreensão e admoestação com violência e, essas manifestações serão sempre consideradas “ilegais” e “abusivas”, e podem ser impedidas, perseguidas, dispersadas ou reprimidas pela polícia. Portanto, a burguesia quando se sente incomodada, recorrem sempre a imperiosa máquina estatal para a repressão de seus adversários sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s