Jose Agripino, o misógino, tortura Dilma no Senado


Um homem, sem postura para ser senador da república e sem nenhuma sensibilidade, próprias de um torturador, faz perguntas para desestabilizar Dilma Rousseff, tocando num momento doloroso de sua história pessoal e de um momento longo e obscuro da história do Brasil.

Faria melhor o tal senador se esclarecesse ao povo brasileiro, quem eram os brasileiros e estrangeiros que apoiaram o Golpe e os reais motivos daquela ação, que fizeram mergulhar nosso país e nossa gente no silêncio e no medo.

É deprimente assistir até onde pode chegar a pequenez de um homem, a barbárie de suas insinuações e o desrespeito pelas mulheres. Misógino, é o que é.

Dilma é aplaudida depois de dizer que mentiu na ditadura

A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) acaba de dar um carão no senador José Agripino (DEM-RN). Ele lembrou há pouco que a ministra admitiu em entrevista a um jornal ter “mentido bastante” na década de 70, período em que o Brasil era governado por uma ditadura militar. O senador perguntou se estávamos novamente em um “estado de exceção”, como aconteceu no tempo da ditadura, onde seria faria necessário mentir.

Sobre midiacrucis

Rompendo o apartheid-midiático. Buscando informações que o PIG omite, distorce, oculta...desinforma.
Esse post foi publicado em Política e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Jose Agripino, o misógino, tortura Dilma no Senado

  1. Pingback: Cinelândia – Ato contra o Golpe Militar de 1964 | Midiacrucis's Blog

  2. Pingback: Tweets that mention Jose Agripino, o misógino, tortura Dilma no Senado | Midiacrucis's Blog -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s