Conversando com Virgílio encontrei Eneida


A “Revisão Preço Fixo” do meu carro e a Revolução Francesa

No ano passado, comprei um Renault Logan

Excelente carro, espaçoso, confortável, confiável.

Apenas um problema, que acabo de descobrir, e que alerto aos meus leitores.

Um dos grandes argumentos durante o processo de negociaçào da compra, em que o simpático vendedor insistiu, foi de que “todas as revisões são préviamente definidas”, de acordo com um catálogo, e você vai saber EXATAMENTE o quanto vai gastar.

Excelente, parece que estamos saindo do subdesenvolvimento automobilistico, em que mecanicos inventam peças para trocar, mão de obra sempre é cara, e o leigo se sente perdido no meio de rebimbelas da parafuseta, jeniquim de gola, e por aí afora.

Na primeira revisão, dos 10.000 km, o preço fixo era de R$ 130,00. Legal.

Leia na íntegra

********

O artigo de Virgilio Freire me ativa a memória, me faz viajar, conhecer…

 

As montadoras no país se utilizam da “técnica ” do medo para extorquir dinheiro dos clientes no velho  “ou você está comigo ou contra mim” – de que se as revisões não forem feitas nas oficinas oficiais você perde a “garantia”.

Quem perde?… A garantia? 

 Montadoras e revisões fazem um verdadeiro terrorismo com os clientes. Quando isto vai acabar?

 Muitos artigos já foram escritos a respeito das montadoras em nosso país. Elas vem para o Brasil para “dar empregos aos tupiniquins” estes pobres diabos que nada tem. Elas vem nos salvar!

Elas vem para cá, porque os salários são ridículos e o lucro fantástico, embora  “chorem” com a desculpa dos impostos muito altos caem nos braços sedutores dos juros altos, que fazem verter lucros em abundância aos cofres: pessoal e europeu.

Mas e as isenções, os incentivos fiscais e blá, blá, blá, e os terrenos para as fábricas doados em Mananciais como foi o caso, aos menos, no Paraná na *”Era Lerner” – o Ex-governador do Paraná, Jaime Lerner, também conhecido como o ” Arquiteto da Violência”?

Cá e acolá

Os carros que ficam cá não tem a mesma qualidade dos carros que vão acolá. Os que ficam cá tem preço exorbitante e os que vão acolá tem preço bem diferenciado para baixo, claro!

Nas revisões há o sempre precisa de mais alguma coisa , que você não pediu e a surpresa de uma conta mais alta ao retirar o carro, conforme artigo, é uma realidade. Realidade esta, que precisa mudar.

O Brasil tem condição e capacidade para criar sua própria montadora, os brasileiros tem condição de construir carros nacionais de qualidade e preço “tupiniquim” com qualidade de “primeiro” mundo.

A tal limpeza dos bicos! Eles “explicam” que é por causa da baixa qualidade do nosso combustível, aquele que fica cá, não o que vai acolá.

Pergunta: Porque os nossos heróis empregadores das montadoras, com seus pesquisadores de ponta, até HOJE, não encontraram a solução e produziram filtros para o nosso combustível “sujo” e/ou “bicos autolimpantes”?  É falta de capacidade ou interesse!

********

Saiba mais sobre a Renault e a “Era Lerner” no Paraná

Para atender os desejos franceses, o único obstáculo era a área escolhida estar dentro da Bacia do *Alto Iguaçú, principal manancial de abastecimento de água da Região Metropolitana de Curitiba. Para ultrapassar rapidamente esse obstáculo, o governo do Paraná, sob o comando de Jaime Lerner, político paranaense que costuma ter seu nome associado as causas “ecológicas” adotou uma estratégia demolidora.

********

Isto aqui não é uma quintanda!” referindo-se ao Brasil

 Requião denuncia  (2004) Incentivo às montadoras dão prejuízo ao Estado

“O Estado foi um pai generoso. O que o Paraná deixará de ganhar, só com a Volkswagen, pagaria a dívida que tem com o Banestado. Os benefícios dados à Volks representam um segundo banco”, denunciou o governador Roberto.

 Requião toma a frente  (2005) para combate aos acidentes laborais no Paraná – Renault de novo.

Requião convocou para participar também da reunião as montadoras para que pudessem oferecer defesa contra as acusações dos abusos que vem sendo cometidos, desrespeitando-se a legislação de segurança e proteção à saúde dos trabalhadores. Mas nenhuma das montadoras enviou representante à reunião. O Estado do Paraná é o quarto colocado em acidentes no País e que é campeão mundial de acidentes. No transcorrer da reunião foram apresentados diversos vídeos demonstrando o quadro da tragédia da mutilação de trabalhadores, lesionados em serviço.

********

Brasil – O governo Yeda  (03/06/08) lembra o governo Lerner -(muito atual)

Porém, as semelhanças não param por aí. Assim como Yeda transformou o palácio do Piratini num balcão de negócios privilegiando as transnacionais, Lerner fez o mesmo com o palácio Iguaçu no Paraná. Em seu governo, transnacionais como as montadoras foram beneficiadas com recursos públicos. O Estado foi transformado em um instrumento e num facilitador dos interesses do capital privado.

********

*Alto Iguaçu – para quem não sabe, o Alto Iguaçu é o nascedouro das Cataratas do Iguaçu, consideradas as maiores quedas (ou saltos) em volume de água do Planeta.

********

Obrigada, Virgilio, por esta prosa!

Que viagem!

Conversando com Virgilio sobre revisão de carros, bicos sujos e rebimbelas da parafuseta, abusos, montadoras que montam no lombo dos trabalhadores brasileiros, acabei encontrando Eneida. 

Não li esta obra clássica de Virgilio (70Ac – 19Ac) que levou 11anos para finalizar, tradução poética por Manuel Odorico Mendes (1799 – 1864), da cidade de São Luiz do Maranhão e digitalizado por Teotonio Simões – ebooksBrasil – 2005

Deixo aqui como um presente aos leitores que se encantem com o trabalho de Virgilio, Manuel e Teotonio

ENEIDA

E com mais uma coincidência a Manuel e a São Luiz do Maranhão por seu aniversário hoje 08/09 algumas fotos

PARABÉNS AO POVO DE

SÃO LUIZ DO MARANHÃO!

 

Sobre midiacrucis

Rompendo o apartheid-midiático. Buscando informações que o PIG omite, distorce, oculta...desinforma.
Esse post foi publicado em Saúde e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Conversando com Virgílio encontrei Eneida

  1. Pingback: QUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO? E AGORA O ECOCAPITALISMO | Midiacrucis's Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s